Escolha uma Página

Anunciar no Google: saiba tudo sobre essa ferramenta que pode alavancar o seu negócio

Hoje em dia, com o avanço da internet, anunciar no Google tornou-se um artifício obrigatório para todos que querem alavancar um negócio de forma rápida e assertiva através do marketing digital. Ao longo desse artigo vamos aprofundar mais esse assunto.

1 set 2022

Tempo de Leitura: 9 min.
Anunciar no Google

Aqui você vai saber tudo o que precisa sobre anunciar no Google, para, assim, ter sucesso no marketing digital.

Como você sabe, o Google é o maior motor de buscas que existe na internet, sendo responsável por mais de 90% de todas as pesquisas feitas por usuários em toda a web. Assim, anunciar no Google é uma ótima opção para chegar a esse público que está presente na plataforma constantemente.

Além da sua página oficial, por assim dizer, hoje em dia o Google também dispõe de vários outros serviços agregados, como o YouTube e o sistema operacional Android, que também recebem os anúncios dos parceiros da gigante das buscas.

Todo esse imenso ecossistema aumenta ainda mais a gama de benefícios para os anunciantes do Google. Entretanto, para ter sucesso anunciando no Google é necessário conhecer bem esse mecanismo, pois, do contrário, é possível até perder dinheiro.

Antes de tudo, entenda o que é o Google Ads

O Google Ads, que é o antigo Google Adwords, é a principal plataforma de publicidade da gigante das buscas, onde todos os anúncios são criados e disparados.

Em outras palavras, todos os tipos de anúncios que você vê na página de buscas do Google, no YouTube, nos apps e em qualquer outro ambiente integrado pelo ecossistema da plataforma, teve origem no Ads.

A plataforma é a maior referência que existe quando o assunto é tráfego pago, ao lado do Facebook Ads, o serviço de anúncios do grupo Meta.

Ou seja, criar conta Google Ads é o primeiro e principal passo para começar a anunciar no Google. Inclusive, se agora você está querendo saber o que é Ads, saiba que essa sigla significa literalmente “publicidade” ou “anúncio”.

Veja nos próximos tópicos mais detalhes sobre esse serviço!

Como criar uma conta no Google Ads?

Para criar uma conta no serviço basta que você acesse o site oficial, faça login com uma conta Google existente e siga o passo a passo indicado.

Será necessário fornecer alguns dados pessoais e da própria conta Google, mas o processo é muito intuitivo e simplificado.

Quanto custa um anúncio no Google?

Existem basicamente quatro formas de precificar um anúncio Google, que são as seguintes:

  • CPM (Custo Por Mil): nesta modalidade, o anunciante paga uma quantia por lotes de mil visualizações. Aqui valem apenas as visualizações, sem necessidade de conversão nem mesmo em cliques;
  • CPC (Custo Por Clique): neste caso, o anunciante paga um valor específico que é calculado levando em consideração certa quantidade de cliques que o seu anúncio irá receber nas páginas de respostas do buscador ou então nos anúncios exibidos na Rede de Display do Google;
  • CPA (Custo Por Aquisição): no CPA o anunciante só paga por anúncios que receberem cliques e quando houverem conversões. Ou seja, quando o anúncio levar alguém a comprar o produto ou serviço anunciado. Essa opção é mais usada por contas mais antigas do Google Ads;
  • CPV (Custo Por Visualização): essa forma de cobrança é exclusiva dos anúncios de vídeo no YouTube, onde o anunciante só paga se as pessoas assistirem aproximadamente 30 segundos do vídeo, ou até menos, se ele não for longo demais.

Na hora de criar o anúncio você deve escolher onde ele será exibido, qual será o seu formato, etc. Esses fatores impactarão diretamente na forma de remuneração.

É possível fazer anúncios no Google gratuitamente?

Apesar de muitas pessoas pensarem o contrário, é tecnicamente possível anunciar no Google gratuitamente. A ferramenta por trás dessa opção é o Google Meu Negócio.

O Google Meu Negócio é um dos primeiros instrumentos quando o assunto é como aparecer no Google. Ele é o responsável por aqueles anúncios orgânicos de estabelecimentos próximos que aparecem em pesquisas feitas na plataforma.

Portanto, se você tem um supermercado ou um restaurante, por exemplo, e quer anunciar sem ter que contratar um gestor de tráfego pago ou fazer um de curso tráfego pago, colocar o seu estabelecimento no Meu Negócio pode ser uma boa ideia.

Para fazer isso, entre no portal oficial da ferramenta e faça o cadastramento da sua conta Google. Em seguida, preencha todas as informações sobre a sua empresa.

É muito importante colocar fotos, adicionar endereço, números telefônicos, etc. Esses dados serão cruciais para que os clientes te encontrem.

A partir daí, toda vez que alguém pesquisar uma palavra-chave relacionada ao seu negócio, ele será sugerido, tanto na página de buscas do Google quanto em apps como o Google Maps, que mostra estabelecimentos próximos à localização do usuário.

Como é feito um anúncio no Google?

Saber como anunciar no Google Ads passa diretamente pela criação de um anúncio. Por isso, decidimos ensinar você a fazer isso com um passo a passo simples e sem enrolação. Veja:

  1. Faça login na sua conta do Google Ads, acessando o site oficial da ferramenta;
  2. Em seguida, comece a fazer a configuração de anúncios com as ferramentas que existem dentro da plataforma;
  3. Por fim, direcione e finalize corretamente o seu anúncio.

Na hora de configurar um anúncio você vai encontrar os seguintes elementos:

  • Título: é a primeira linha do anúncio e tem 2 linhas de 30 caracteres que são separadas por um hífen no título;
  • Descrição: são as linhas de texto logo abaixo do título. Devem ter no máximo 80 caracteres;
  • Caminho: é um endereço “fictício” que aparece na cor verde. Ele inclui automaticamente o site cadastrado na URL final e possibilita a inclusão de duas subcategorias, com 15 caracteres cada;
  • URL final: esse é o endereço real onde o usuário vai ser direcionado após clicar no link do anúncio, que o redirecionará para a página do anúncio, onde está o produto ou serviço anunciado.

Como você pôde ver, não existem segredos no conceito de criar um anúncio no Google propriamente dizendo.

Por outro lado, cada etapa da criação do anúncio precisa de muita atenção do anunciante, pois cada uma das configurações vai interferir diretamente no alcance do anúncio e na sua taxa de conversão.

Além disso, é necessário estar atento às políticas de conteúdo do Google, que controlam o que pode e o que não pode ser anunciado.

Caso você inclua algo que não deve em um anúncio, ele pode ser derrubado pelo algoritmo da plataforma, o que prejudicará o seu investimento.

Assim, talvez fazer um curso Google Ads e consumir conteúdos que ensinam boas táticas sobre como fazer tráfego pago seja um belo investimento.

    Os benefícios de anunciar no Google

    Como não poderia deixar de ser, anunciar no Google tem muitos benefícios e vantagens interessantes. Confira explicações sobre os principais nos tópicos a seguir!

    Você pode analisar os seus resultados constantemente

    Diferente de outras ferramentas de tráfego pago, o Google Ads é bastante mensurável, ou seja, há condições de você saber se os seus anúncios estão rendendo lucros.

    Para isso, você pode usar diversas ferramentas diferentes e mudar a sua estratégia de marketing digital se for preciso.

    Mais pessoas são atingidas

    Toda e qualquer consultoria em marketing digital traz conselhos em uma direção principal: alcançar pessoas com as estratégias e gerar leads, que são potenciais clientes.

    Essa necessidade é atendida com anúncio no Google. Afinal, milhões de pessoas trafegam nas plataformas do gigante das buscas e a todo momento.

    É mais efetivo que outras ferramentas de marketing digital

    Além de mais abrangente e mais completo, o Google Ads também é mais efetivo e entrega serviços melhores aos seus usuários.

    Isso pode ser observado, por exemplo, nas ferramentas internas que geram as métricas de acompanhamento de anúncios. Essa é a forma do Google dizer que o anunciante não está jogando o seu dinheiro no lixo.

    Tudo isso só aumenta a assertividade do serviço e atinge mais pessoas, além de ir “direto ao ponto”, buscando os usuários certos para cada tipo de anúncio.

    Os anúncios são facilmente direcionáveis e programáveis

    Com o Google Ads é possível personalizar os anúncios para que eles só apareçam para determinados tipos de pessoas.

    Você pode configurar um anúncio de botas funcionais para construção civil, por exemplo, para que ele apareça diretamente para mestres de obras, engenheiros, arquitetos e pedreiros, que são o público-alvo daquele produto.

    Isso economiza tempo, energia e principalmente dinheiro dos anunciantes, aumentando também as chances de conversão do anúncio.

    Os custos são mais mensuráveis e menores em relação a outras formas de anunciar na internet

    Por serem altamente personalizáveis e direcionáveis, os anúncios do Google Ads tendem a ser relativamente mais baratos em relação a outras opções.

    Afinal, investir determinada quantia de dinheiro para alcançar 1 mil pessoas do seu público-alvo é bem mais efetivo que aplicar a mesma quantia para alcançar 10 mil pessoas que provavelmente não se interessam pelo produto ou serviço que você está anunciando.

    Dicas para ter sucesso com anúncios no Google

    Por fim, antes de finalizar o nosso artigo, queremos dar algumas dicas de como ter sucesso na hora de anunciar no Google. Confira abaixo!

    Tenha um bom produto

    Hoje em dia existem diversos gurus na internet tentando vender soluções mágicas para supostamente ensinar você a ganhar dinheiro com anúncios no Google.

    Entretanto, a principal forma de fazer sucesso anunciando na gigante das buscas é ter um bom produto, que não apenas atraia mas que também satisfaça os usuários que vierem a comprá-lo.

    Use o marketing de conteúdo

    Existem muitas diferenças entre tráfego pago e orgânico, porém, os dois se complementam bem mais do que as pessoas imaginam ou supõem.

    Dessa forma, utilizar o marketing de conteúdo, ou seja, a produção de conteúdo para a web, é uma boa forma de anunciar no Google.

    Afinal, são as técnicas de SEO, presentes no escopo de estratégias do marketing de conteúdo, que faz qualquer conteúdo ser achado na busca do Google.

    Inclusive, os anúncios feitos no Google Meu Negócio, de que falamos anteriormente, também podem conter técnicas de SEO para melhorar o ranqueamento.

    Então, fique com esta dica: investir no marketing de conteúdo, o chamado tráfego orgânico, também é uma maneira de anunciar no Google.

    Use o Google AdSense

    O Google AdSense é uma outra ferramenta, mas que trabalha em associação com o Google Ads. Ela permite que o usuário tenha um maior controle sobre as receitas criadas dentro do Google.

    Dessa forma, você pode utilizar o AdSense para, por exemplo, direcionar melhor os seus anúncios, fazendo o cadastramento de websites da Rede Display do Google, que posteriormente irão receber os seus anúncios.

    Essa é mais uma forma de direcionar melhor os anúncios, garantindo que eles cheguem às pessoas certas.

    Monte um anúncio atraente

    Lembra da etapa de criação do anúncio? Pois bem, se você quiser ter sucesso anunciando no Google, precisa caprichar nela.

    Para tanto, invista em estratégias vistas na produção de conteúdo para web, como link building, utilização de técnicas de SEO e até a associação com posts para Instagram e Facebook, na intenção de criar um ecossistema não apenas para o anúncio em si, mas principalmente para o que está sendo anunciado.

    Tudo isso deixará o anúncio mais atraente e gerará um propósito nele. Afinal, a maioria das pessoas compra algo na internet pelo valor agregado que o produto tem, não pelo preço.

    E para demonstrar que o seu produto ou serviço tem valor, o anúncio precisa ser atraente e envolvente o suficiente.

    Faça o monitoramento das métricas do seu anúncio

    Por fim, mas não menos importante, uma ação indispensável para quem vai anunciar no Google é monitorar as métricas do anúncio.

    Como já citamos ao longo do artigo, o Google Ads fornece diversas ferramentas que podem ser utilizadas para observar essas informações e elas devem ser usadas pelos anunciantes.

    Quando estiver nesse processo, dê uma atenção especial ao ROI, que é uma métrica gerada a partir da taxa de retorno dos investimentos feitos em anúncios a cada campanha criada.

    O que você achou desse conteúdo?

    Esperamos seu feedback nos comentários e que você volte sempre para conferir mais informações para crescer seu negócio.

    Sobre o autor:

    Dênis Ferreira - CEO da Hidrogênio Digital
    Especialista em Marketing Digital, cursou Publicidade e Propaganda na Uniube e EFB na Kaplan, NY. Tem no marketing digital para pequenos e médios negócios sua paixão e busca a inovação a todo instante.

    0 comentários

    Enviar um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.